Aprenda

na Cozinha

Receitas & Lifestyle

Aprenda

na Cozinha

Receitas & Lifestyle

Aprenda

na Cozinha

Receitas & Lifestyle

  
  
  

Dia a Dia

Tem alguém que vai inventando receita com o que tem em casa  eu sou assim, esse pão foi muito fácil todo mundo vai conseguir fazer! Amanhã vou postar a receita para vocês! É fácil, sem farinha, sem lactose  mara #comeeagacha! Tente adivinhar do que é?

Oi gente, eu tinha feito arroz integral e sobrou de um dia para o outro; eu não estava querendo comer arroz hahah, ai pensei o que posso fazer? Pão? Pois bem,  foi fácil, anotem:

  • 3 xícaras (chá) de arroz integral cozido (pode ser o branco também, creio eu)
  • 2 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de água ou leite de arroz ou de amêndoas.
  • 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
  • Temperos variados, ervas, e sal á gosto.
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó (usei de bolo)
  • 1/2 xícara de linhaça em pó (aqui nos Estados Unidos chama FlaxSeed Meal)
  • 1 colher (sopa) de chia (opcional)

Modo de preparo:

Bata o arroz cozido com os ovos, azeite e temperos (no liqüidificador ou mixer)…quando estiver bem batido coloque em uma vasilha e acrescente a linhaça e a chia; misture delicadamente, acrescente o fermento, misture delicadamente e leve para assar em forno pré aquecido 180C por 30 minutos. Super fácil hein, espero que gostem.

Beijos;

Kenia

Come e Agacha

 

 

 

 

Share Button
IMG_6674
Oi pessoal, tudo bem?
Hoje quem vai “agachar” conosco é a gata da Vivian do Instagram @fabulousfit;
Fiz algumas perguntas e espero que motive muitas pessoas, pois ela é alto astral, energia maravilhosa;  e um verdadeiro #pahnacaradasociedade rsrsr.
1 – Vivian te acompanho desde o @fabulousvi e acompanhei toda a sua transformação, logo que você criou o @fabuloufit eu te segui e acompanhava e acompanho até hoje sua vida fitness, como foi essa mudança para você? O que te levou a mudar? 
Kenia, o que me levou a mudar, para ser sincera, foi ao me ver em uma foto, quase tive um treco. Fiquei mt mal mesmo kkkkkk Foi a partir daquele dia que resolvi mudar, dar um jeito naquela situação.
A mudança foi vindo aos poucos, mas sempre com muita coragem e entusiasmo. Queria ter um corpo e uma vida saudável e não tirava (tiro) isso da minha mente! ë o que me faz prosseguir…
2 – De um dia para o outro você mudou toda a sua alimentação? Ou foi devagar? Você começou a reeducação alimentar junto com exercicios? Ou foi um primeiro e depois o outro?
Comecei tudo junto, pq antes de ir realmente para academia, passei a acompanhar perfis fitness que me motivavam com alimentacão mais saudável (já comecei a optar por coisas mais saudáveis a partir de então) e exercícios e foi ai que falei: EU TAMBÉM CONSIGO!
3- No começo referente a alimentação o que foi mais dificil para você? Controlar os doces? Ou qual comida que você tentava resistir? E a academia? Você no começo ia com vontade? com prazer?
A alimentação foi mais fácil que a academia para você ter uma idéia de quanto eu ODIAVA suar, malhar, me cansar, rsrsrs…
Mas teve um item que me fez MUITA falta no começo que foi o leite com toddy e pão francês com manteiga pela manhã, era viciada!!!
4 – Você era magra, ficou cheinha ? Ou sempre foi mais cheinha? Vou te contar um segredo rsrsrs, menina eu falava assim gentemmmm essa mulher rejuveneceu 15 anos depois que emagreceu hahahahaha (sorry)
Sempre fui MUITO MAGRA, muito mesmo. Tenho 1.67 e sempre pesei entra 49 a 51 kg. Engordei e ganhei muitaaaa gordura corporal ( e desleixei total) depois que engravidei.
Eu achava que meu metabolismo estava lento pela idade kkkkkk
5 – Como você passou por toda essa transformação, sabe que no começo é mais dificil, que dica você daria para as pessoas que estão começando? E para as pessoas que começam e no meio desanimam?
Você tem que ter um propósito, um objetivo…. só assim ficará focada e conseguirá resultados.
A transformação, como sabemos, vem de dentro e é a partir dai que vc passará a ter atitudes e comportamento diferenciado e tudo começará a se ajeitar devagar, nada com pressa.
Teremos momentos de desânimo? SIM! Teremos momentos de fraqueza?! Também! Mas no outro dia temos que voltar com tudo, sacodir a poeira e partir pra cima do nosso objetivo!
Obrigada pelo carinho, obrigada por sempre me acompanhar tbm! Ganhei uma amiga fitness e mãe linda!!
Bjoss Vivian
Vivian; amei nossa agachadinha virtual e espero rever você para agacharmos na vida real hahahah…beijos #comeeagacha
Share Button

 

Bolo meio a meio! Receita vai para o facebook daqui uns minutinhos (problemas técnicos ) bolo meio a meio #meiofit #meiofat  por que eu amo brigadeiro! #comeeagacha Facebook: aprenda na cozinha Blog: aprendanacozinha.com

Bolo meio a meio! Meio Fit e meio fat hahahhaha.

Gente tudo bem?

O bolo de cenoura eu fiz ele mais fit, mas a cobertura não resisti e usei leite condensado.

Anotem:

  • 3 ovos
  • 3 cenouras grandes
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 30 ml de leite de sua preferência (usei de amêndoas)
  • 1 xíc (chá) de tâmaras
  • 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo ou o que preferir (opcional) para quem gosta do bolo mais doce coloque seu açúcar ou adoçante (para mim somente as tâmaras fica gostoso) e também por que usei uma cobertura com leite condensado.

Bata todos esses ingredientes acima no liqüidificador.

Em uma vasilha coloque :

  • 2 xícaras (chá) de farinha (eu usei 1 integral e 1 de arroz)
  • 1 colher (sopa) de fermento para bolo.

Depois que bater todos os ingredientes no liqüidificador, jogue por cima da vasilha com farinha, misture bem somente depois acrescente o fermento em pó.

Misture novamente e asse em forno pré aquecido 180C por 30 minutos ou até ele estiver bem assado.

Para a calda: (brigadeiro)

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres de cacau puro.

Leve ao fogo e faça um brigadeiro mais mole.

Coloque por cima do bolo já frio.

Uma delícia…a calda é opcional, faz quem quer, que gosta e quem #comeeagacha….beijos

 

Share Button

Lembra que eu recebi uns amigos em casa sábado e fiz o rocambole de carne ( receita tem no blog)... Então uma amiga trouxe esse rocambole sem gluten, ela não tem Instagram e na hora me falou por cima, depois vou tentar pegar a receita certinho! Ela faz chantilly com leite de coco, e nesse rocambole ela não usou farinha nenhuma! Só ovo  #chutaqueémacumba #rocambole #comeeagacha

Meninas essa receita é de uma amiga (Ronise obrigada), ela veio jantar em casa e trouxe essa linda sobremesa.

Vou colar o que ela me passou:

Pao de ló;

Original: 6 ovos separados, 6 colheres de farinha, 6 colheres de acucar….
Minha versao gluten free:  6 ovos, 3 colheres de açúcar (de coco, ou adoçante preferido) ou o que preferir
 
Bater as claras em neve, depois colocar as gemas uma a uma batendo sempre até terminar de bater as gemas… desliga batedeira e acrescenta o açúcar; mistura devagarinho.
Transfere para uma forma rectangular 15″x10″ forrada com papel manteiga untadinho.
Colocar em forno pre aquecido 180C por uns 15 min ou menos…quando comecar a dar cor. Nao deixar muito senão seca .
 
Para o creme:

  • Chantilly (feito de creme de leite fresco) ou faça o chantilly de leite de coco.

Receita do Chantilly de coco:

  • 1 lata de leite de coco
  • 2 colheres (sopa)de açúcar (seu preferido)
  • 1/2 colher (sopa) de essência de baunilha.

Coloque a lata de leite de coco no freezer durante a noite. Você vai usar a batedeira para fazer esse chantilly, coloque os batedores no freezer alguns minutos antes de usa-los.

Abrir a lata e remover todo o creme de coco sólido (deixando cerca de 1/4 lata de água de coco)
Misture o creme em uma tigela gelada, com batedores refrigerados até ficar fofo (3 minutos ou menos)
Misture o açúcar em pó e / ou qualquer outro aromatizante
Use imediatamente ou cubra e mantenha na geladeira por até 3 dias

ou

Usar batedeira e bater o creme de leite fresco com açúcar de confeiteiro até o ponto de chantilly . Bater ate ficar bem firme.


Picar morangos e colocar em cima do pão de ló e colocar uma camadinha fininha do creme “chantilly”. Enrolar devagarinho, colocar em um prato e enfeitar com o restante do chantilly.
 
O Chantilly de coco tem que se colocado na hora….pois meio que desanda depois de uma horinha, ele meio que derrete.

Fácil em pessoal, todo mundo fazendo rocambole de morango agora #comeeagacha

Share Button
Bom dia pessoal, tudo bem?
Hoje nossa entrevista é com a Raquel Uzai, acompanho a Raquel tem bastante tempo e acho incrível a transformação e como ela leva seu estilo de vida. Vamos lá:
Blog (1)
1 – Te acompanho já tem um tempão; e acompanhei uma boa parte da sua transformação. Como foi esse processo?  Você era magra  certo? Depois teve uma fase que comia tudo e virou a falsa magra? Perna fina e gordura localizada na barriga? quadril? Fala um pouquinho desse processo, magra, falsa magra?
Sim, era magra, sempre fui, desde pequena. Até meus 15 anos, morei com minha mãe, então tinha uma alimentação boa, pois minha mãe sempre prezou isso, comia besteiras, mas era controlado. Com quase 17 anos fui morar só com meu irmão, 2 anos mais velho, ai já viu né, sem regras, sem mamãe vigiando as compras, comia o que queria e na hora que queria. Claro que eu fazia as refeiçoes básicas, mas comia muita besteira, trocava várias vezes o almoço por hambúrguer e fritas e também comia muito miojo (péssimo!). Dos meus 16 anos até meus 29, mantinha uma alimentação mediana, digamos assim, pois comia coisas boas e saudáveis, mas também comia bastante besteira. Nao tinha ideia de como o alimento importava tanto, e achava que comer bem umas 2 vezes na semana já era o suficiente. Nesse período, o máximo que engordava eram uns 2 ou 3kg, o que não faz tanta diferença assim visualmente, e também não me incomodava, pois perdia rápido.
2 – O que te levou a mudar? Foi o corpo que estava insatisfeita? Algum problema de saúde? Conta um pouquinho. Na hora que resolveu mudar o que você fez, começou a malhar e já começou a se alimentar bem ? Ou foi um e depois o outro?
Resolvi mudar depois de uma viagem de férias com meu marido no final de 2012. Nessa época estava mais relaxada que nunca, pois estava parada desde o começo do ano do Muay Thai, tenho condromalacia e o ortopedista pediu que eu desse um tempo e começasse a fortalecer os joelhos, mesmo sendo um grau leve, pois se não fortalecesse poderia piorar. A verdade é que não dei muita bola, pois quando parei de lutar a dor parou tb, claro, não estava mais forçando. Parei de praticar exercícios, mas continuei comendo do mesmo jeito,  e em Setembro fui para os EUA, aonde me larguei de vez. Comi muuuito chocolate, milk shake, hambúrguer.. nossa, como eu comi, parecia um saco sem fundo!! Resultado? Engordei quase 6kg (eu engordo o corpo todo, então estava toda inchadinha) e quando voltei pro Brasil ainda engordei mais 2kg. De 52kg fui para 60kg, nunca tinha passado dos 55kg na balança (tenho 1.68 de altura e claro, só pesava na balança, não sabia sobre massa magra e gordura corporal). Foi ai que a ficha caiu e eu resolvi mudar, afinal eu não era assim, sempre fui magrela, mesmo sem qualidade, então comecei a me incomodar quando as roupas ficaram beeem apertadas!! Me matriculei na academia em Dezembro de 2012 e em Janeiro de 2013, após conhecer a Bella Falconi, mudei minha alimentação, pois ela me mostrou que não adiantava nada me matar na academia se eu não comece certo. Foi ai que minha vida mudou totalmente!!
3 – Quando eu comecei a te acompanhar já era na fase bem magrinha, acompanhei sua evolução para esse corpão de hoje. Alimentação super regrada e treino, quantas vezes na semana você treina? Faz aeróbio? E a alimentação?
No começo, para emagrecer, eu treinava de segunda a sábado e fazia aeróbio todos os dias. Agora que o objetivo é outro, ganho de massa, mudei meus treinos e raramente faço aeróbio, no máximo uma vez na semana. Treino musculação 5x na semana, descansando 2 dias, sempre após meu treino de perna, que é meu maior foco para o ganho de massa, e o descanso é fundamental nessa fase. A alimentação mudou também, afinal ela que “manda”. Cada fase precisamos de uma alimentação diferente, uma para secar e uma para ganho de massa. Agora estou comendo bastante, diferente de quando era para emagrecer, que comia porções menores. Tudo sempre com acompanhamento profissional, que é super importante!! Nada de ficar fazendo dietas loucas ou por conta própria, afinal, para montar uma dieta é preciso saber da rotina, objetivo, peso, gordura corporal… são vários fatores.
4- Para o pessoal que está perdido sem saber por onde começar, de alguma dica, algo que te ajudou a não desistir.
Realmente no começo tudo parece mais difícil, as vezes até impossível. Mas eu sempre pensava, “se fulano fez, eu também consigo”. Nós somos capazes de nos adaptarmos a qualquer coisa, seja comida, ambiente, clima.. Então o que no começo pode parecer obrigação, depois vira prazer e hábito, e tudo parece que sempre foi assim. Claro que cada pessoa é uma, e as vezes demora mais para algumas se adaptarem, mas o importante é começar, sem desespero, um dia de cada vez. Procurar um profissional ajuda MUITO, ainda mais os que precisam de uma ajudinha extra. Monte uma boa dieta, com variações e procure sempre fazer um esporte que goste. Eu sempre falo da musculação, pois além de ser o que mais amo, é um esporte incrível, que além de dar prazer, deixa a gente com o corpo lindo, principalmente bumbum meninas!!! Sério, qual outro esporte que trabalha o corpo TODO, deixando tudo durinho?! Que ao mesmo tempo que gasta muuuita caloria (mais que aeróbio gente, treinem com vontade!!!) também tonifica e da prazer! Nao conheço nenhuma pessoa que treina e sai desmotivado da academia, não existe! A sensação pós treino é revigorante, eu saio sempre renovada!! Nao se esqueçam de pedirem ajuda aos instrutores da academia, não tem vergonha nenhum em perguntar como se faz algum exercício, afinal, é melhor pedir ajuda do que fazer errado e se machucar. Musculação é sério, não podemos fazer de qualquer jeito!!
5 – Agora quero uma receita sua para o #comeeagacha.
Hummm, receita é comigo mesmo!! Essa é ma das que mais gosto, as outras vocês conferem no meu sitewww.fitforlifebrasil.com.br (olha o jabá hahaha)
- Bolinhos de Cenoura com Chocolate
IMG_4542
Essa foi uma das primeiras receitas que eu fiz quando mudei meu estilo de vida, pois era a que eu mais gostava de fazer aqui em casa, mas claro que tive que adaptar os ingredientes, pois ela de fit não tinha nada rs! Fiz ontem para matar a saudade!!!
Vamos lá
Ingredientes:
1/2 xícara de chá de óleo
3 cenouras médias raladas (250gr)
3 ovos
1/2 xíc de adoçante OU açúcar de coco OU dememara
1 1/2 xícaras de chá de farinha de arroz ou de coco
50ml de leite de arroz ou leite de amêndoas (opcional – eu não uso)
1 colher de sobremesa de fermento em pó (rasa)
Modo de preparo:
Bata no liquidificador primeiro a cenoura com os ovos e o óleo de coco. Acrescente depois o açúcar de coco e bata por uns 5 minutos. Depois em uma tigela ou na batedeira, coloque o restante dos ingredientes misturando tudo, deixando o fermento por último.
Depois de tudo bem misturado, coloque a massa em forminhas de silicone, assim não precisa nem untar!
Asse em forno pré-aquecido (180ºC) por 25 minutos.
Opções para calda:
Cobertura 1:
Misture whey protein com um pouquinho (bem pouquinho mesmo!) de água até ficar cremoso. Usem whey gostoso, se não fica ruim.
Cobertura 2:
1/2 colher de sopa de cacau em pó (sem açúcar)
2 colheres de sopa de água ou leite de arroz ou leite de amêndoas
1 colher de chá de açúcar de coco (dememara ou adoçante, se preferir, vai do gosto).
Misturar tudo e esquentar na panela até dar o ponto ou levar no micro-ondas por uns 40 segundos.
Raquel adorei nossa agachadinha, e tenho certeza que todos vão amar também, muito obrigada.
#comeeagacha pessoal.
 beijos
Share Button

foto.PNG-57

Bom dia pessoal,

Tudo bem?

Conforme prometido aqui o post do rocambole de carne.

Ingredientes:

Carne moída

Temperos variados (alho em pó, cebola, alho, pimenta, o que você gostar de tempero), pouquinho de sal também vale.

Recheio:

Coloque o de sua preferência (eu fiz dois rocamboles, em um usei muçarela ralada e no outro espinafre refogado com cogumelos; escorre a água antes do espinafre para rechear).

 

Modo de fazer:

Tempere bem a carne moída com os temperos !!!

Forre um lugar plano com plástico filme. Você vai colocar a carne temperada em cima do plástico e fazer uma camada de 1 cm de altura,  deixando as bordas do plástico para fora, pois você vai precisar delas para começar a enrolar. Coloque o recheio ao meio de todo o retângulo de carne e com a ajuda do plástico filme comece a enrolar e ir apertando a carne.; enrole todo, fazendo o rocambole, dando umas apertadinhas com as mãos para deixar bem firme. Ainda com o plástico abre um pedaço de papel alumínio coloque o rocambole em cima e retire o plástico e feche o papel alumínio; ele será assado por 30 min em 180C embrulhado no papel alumínio; depois dos 30 minutos, abra o papel alumínio e deixe de 5 a 10 minutos somente para dar uma dourada.

Retire do forno e espere uns 5 minutos para cortar, pois se cortar muito quente ele pode quebrar. Decore a gosto, sirva com uma salada caprichada, batata ao forno ou arroz. Sucesso com as visitas. Espero que tenham gostado.

beijos

Kenia #comeeagacha

foto.PNG-59

 

 

 

 

 

Share Button

Bom dia pessoal, tudo bem?

InstasizeImage

Uma receita super fácil, nutritiva e gostosa. Aqui em casa nós adoramos. Sempre faço para a lancheira da Valentina e Gabriel ou para tomar um cafezinho em casa.

Ingredientes:

  • 2 1/2 copos (315g)  de farinha de amêndoas (pode ser integral, ou outra de sua preferência)
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1/4 colher (chá) de sal
  • 1/2 colher (chá) de canela em pó
  • 1/4 copo (85g) de mel
  • 1/2 copo de açúcar mascavo ou o que preferir
  • 1 banana madura (amassada)
  • 1/4 copo (60g) de iogurte grego (natural)
  • 1 ovo
  • 180ml de leite (usei de amêndoas)
  • 1 copo e 1/2 de blueberries frescas ou congeladas

Modo de Fazer:

Pré Aqueça o forno em 165C. Nas forminhas de muffins unte ou coloque as forminhas de papel.

Em uma vasilha misture a farinha, o bicarbonato de sódio, o sal e a canela; separe

Em outra vasilha misture o mel com o açúcar, misture bem. Adicione a banana amassada, o iogurte e o ovo batido nesse mel com açúcar. Aos poucos adicione essa misture com o mel nos ingredientes secos; misture bem. Vá acrescentando o leite também aos poucos e misturando. Adicione as blueberries, misture delicadamente. E leve para assar no forno pré aquecido em torno de 18 minutos. Faça o teste do palito, depois dos 18 minutos enfie um palito em um muffin e se ele sair limpo é por que está prontidão sue muffin.

É um muffin super nutrivio, espero que tenham gostado.

Até a próxima receitinha. #comeeagacha

InstasizeImage-2

Share Button

Oi gente, tudo bem?

Hoje a agachadinha é com um cara meio maluco hahah, mas eu adoro e sigo faz tempo no Instagram : @catundagabriel; conversa vai conversa vem e hoje posso dizer que somos amigos, um cara genial, educado, generoso, simpático, tem namorada e vai casar hahahahha…com vocês a agachadinha:

Mamma:  Por que entrou na vida fitness?

Gabriel: Sempre gostei de praticar esportes, mas não sabia da importância da alimentação para o desempenho e a mudança corporal. A “vida fitness” veio de uma consequência da falta de tempo para praticar esportes coletivos – que foi o que sempre gostei. Por meio da musculação consegui me continuar ativo, com horários flexíveis, e hoje não trocaria por nada, rs.

Mamma: Gosta de cozinhar?

Gabriel: Gosto. Sempre gostei de me aventurar na cozinha. Quando fui fazer intercâmbio, na época do colegial, por já ser formado no Brasil eu tinha apenas o inglês como matéria obrigatória. Acabei optando por fazer um curso de culinária em um dos horários disponíveis, e assim que comecei a me aprofundar e conhecer mais a cozinha. Fazia o curso de de segunda a sexta, 1h30 por dia, durante 6 meses. Consegui aprender algo, e hoje a culinária é uma espécie de terapia para mim…

Mamma: Sempre comeu saudável?
gabriel: Não. Sempre fui do tipo que comia de tudo. Desde verduras até torresmo. Ao passar dos anos fui aprendendo e percebendo a importância dos alimentos em nossas funções físicas e mentais. Mudei bastante, não 100%, pois ainda como minhas besteiras, mas hoje minha alimentação é muito mais bem distribuída e equilibrada.

Qualquer duvida, me avise!! É nois Mamma

photo2

Torta de frango com batata doce:
✔️Ingredientes:
- 400g de batata doce
- 300g de frango desfiado
- 300g de legumes salteados
- 30g de chia
- 4 claras e 2 ovos inteiro.
✔️Modo de preparo:
- Cozinhe a batata doce até ela ficar bem macia.
- misture as batatas com os 300g de frango desfiado, com os 300g de legumes, com a chia, as claras, os ovos inteiros.
- bata tudo em um mixer ou processador
- coloque em um recipiente para o fogão, e leve ao forno pré-aquecido.
- deixe no forno a 180° por cerca de 40 minutos.
Antes de levar ao forno, gosto de jogar um gergelim por cima…só pra dar aquele tchan

Share Button

-27K ANTES X DEPOIS IINome: Suelen Mechi

Idade: 25 anos

Altura: 1,60

Peso: 59k

Cidade: Jales / SP

Profissão: Administradora

IG @entreemforma

 

1 – Como foi seu processo de emagrecimento? Quando resolveu mudar? Por que resolveu mudar? Algum problema de saúde ou só se viu no espelho e falou, preciso me cuidar, emagrecer?

Sempre fui a “gordinha simpática do rosto bonito”, mas na realidade eu não me via tão fora do peso, não tinha dimensão. Evitava espelhos, fotos e balança JAMAIS.

Passei a infância e adolescência dessa forma, mas depois dos 18 anos comecei a me enxergar e me incomodar com a real situação. Nessa época acabei descobrindo uma doença visual, rara e degenerativa, chamada Sindrome de Goldmann Favre, que limita meu campo visual e gera outras complicações. Atualmente a medicina não possibilita cura ou tratamento, assim sendo as recomendações do meu medico foram: TENHA UMA VIDA SAUDAVEL, emagreça, faça atividade física, evite o álcool e durma bem, estas mudanças influenciaram na melhora de alguns sintomas da síndrome. (quem quiser maiores detalhes sobre o caso estou a disposição)

A ficha começou a cair e percebi que PRECISAVA mudar meu estilo de vida, tudo foi aos poucos, mas acredito que isso faz com que os resultados sejam permanentes.

Além da deficiência visual, também tenho ovários policísticos que entre seus efeitos tem como agravante o aumento de peso.

Emagrecer e me reeducar se tornaram questões de saúde, que conseqüentemente me fizeram reaprender o amor próprio e de quebra ganhar um novo corpo.

2 – Te acompanho no Instagram e vejo suas fotos da sua transformação, quanto tempo levou para chegar ao peso atual?

Meu processo foi gradual, o efeito sanfona foi meu amigo durante 3 anos, pesava 86k emagreci fui para 76k, engordei fui para 80k, emagreci fui para 72k, engordei fui para 75k, emagreci fui para 62k.

Engravidei e acabei perdendo por causa dos ovários policísticos, neste período tomei muitos remédios (hormônios) na tentativa de “segurar” a gravidez e voltei aos 74k mais ou menos.

Este foi o start para definitivamente mudar, comecei a reeducação alimentar a aproximadamente 1 ano e meio e os exercícios físicos há 9 meses, a partir daí estou caminhando dia a dia em busca da minha melhor versão.

3 – Nesse processo de amadurecimento quais atividades físicas você fez? Quantas vezes na semana? E a alimentação, você mudou de uma vez ou aos poucos se adaptando?

Enquanto eu vivia no efeito sanfona, era mais ou menos adepta da caminhada na rua, digo mais ou menos porque isso não era um habito diário e constante.

Quando senti a real necessidade de reformular minha rotina, incorporei de fato a caminhada / corrida e há 9 meses comecei a pratica de musculação, que na realidade foi o grande trunfo do processo, eu era do tipo avessa a musculação, achava que não ia perder nada, alias achava que ia me transformar no Huck do dia para a noite, bobinha né?

Atraves dos treinos de musculação aliados ao cardio 5 vezes por semana, com duração de 50 minutos, meu corpo foi se transformando e está ainda no processo, cada etapa um objetivo diferente. Detalhe: meu treino era religiosamente as 5:30 da manhã, eu amo este horário, o dia rende muito e a disposição fica lá em cima, super recomendo!

Atualmente estou me mudando de casa, mas isso também não pode ser desculpa, então enquanto não me instalo no novo lar, estou caminhando / correndo e quando não dá para ir pra rua, faço meu treino aonde tiver um cantinho, ligo uma musica animada e fico assistindo vídeos de treinos pelo youtube. A Kenia está na minha playlist #comeeagacha.

Em relação a alimentação fui mudando aos poucos, cortei refrigerantes, frituras, doces, sal, congelados, etc. Tudo gradualmente e consciente de substituir da forma mais saudável possível, ou seja, aprendi a comer salada, legumes, proteínas magras, carboidratos integrais, frutas, sementes, também tomo muita água (+ 3 litros) e chás (verde ou de hibisco).

Me alimento religiosamente de 3 em 3 horas, tento sempre agregar alimentos termogênicos (canela, chá verde, gengibre, café, pimenta) que aceleram o metabolismo.

Evito ao Maximo escorregar na alimentação durante a semana, nos finais de semana me permito ter alguns deslizes, mas nada absurdo e fora do controle como antigamente. Acredito que com o passar do tempo, assumimos melhor o controle da situação, aprendendo que a comida não é um refugio ou escape para solucionar nossas frustrações cotidianas.

Este deve ser um exercício diário com aprendizado constante.

 

4 – De dicas que serviu para você no inicio do seu processo, muitas pessoas não sabem por onde começar, estão acima do peso e as vezes acabam desanimando fazem dieta da lua, do sol, do arco íris hahaha e nunca conseguem, o que você aconselha essas pessoas que estão perdidas.

Kenia, fiz as dietas mais malucas do universo, da sopa, do pão, da lua, da USP, da proteína, do chuchu, enfim e NUNCA tive bons resultados, o que tenho a dizer: ISSO É LOUCURA, para emagrecer com saúde você não pode deixar de comer, ESTE É O SEGREDO comer de três em três horas, alimentos saudáveis que vão fazer seu organismo trabalhar a todo vapor, faça boas escolhas, procure uma nutricionista ou pesquise sobre o assunto e retenha aquilo que se adapta a sua rotina.

Não faça a LOUCA, não tome remédio, isso é uma BOMBA RELÓGIO dentro do seu corpo, nunca tomei e não recomendo ninguém a procurar este caminho. É possível, mesmo que devagarzinho emagrecer, sem passar fome, sem ficar com cara de doente, sem mal humor, TOME sim, uma ATITUDE e busque a SUA melhor VERSÃO.

Tente se motivar, leia sobre o assunto, faça receitinhas diferentes com novos alimentos, troque experiências, faça seu próprio projeto, comemore suas vitorias, reflita nos tropeços e SIGA em FRENTE, sempre é tempo de recomeçar. Jamais DESISTA de cuidar do bem mais precioso que Deus te presenteou, sua habitação, seu corpo.

Para finalizar quero agradecer o carinho, é super emocionante fazer esta agachadinha com a Kenia @aprendanacozinha, ela foi uma das primeiras pessoas que comecei a seguir, antes mesmo de criar o meu IG @entreemforma, eu já era fã do #comeeagacha . Muito obrigada!!!

Suelen muito obrigada pela “agachadinha” tenho certeza que vai motivar muita gente…beijos e todos no #comeeagacha.

 

 

Share Button

 

photo1

Oi pessoal, meu nome é Tássia, sou médica nutróloga, e hoje gostaria de fazer um bate papo com vocês sobre um tema muito importante, o Açúcar – o doce veneno!
Existem vários tipos de açúcar, a diferença básica entre eles está na quantidade de nutrientes: quanto mais escuro e grosseiro, mais nutrientes; quanto mais claro e fininho, menos nutrientes; isso porque, para adquirir essa característica passou por processo de refinamento, que rouba os nutrientes. Dessa maneira, o açúcar mascavo escuro seria o mais rico em nutrientes, passando pelo demerara até chegar aos brancos, cristal e refinado. Olhando por esse lado, é melhor usar o mascavo. Mas, TODOS eles tem em comum o fato se estimularem a elevação da glicemia, que é o açúcar do sangue, com consequente aumento da insulina, um hormônio que controla esses níveis. Elevações frequentes de insulina podem sobrecarregar o pâncreas e dar início à resistência à insulina, um pré-diabetes!
Mas queria abordar um outro ponto com vocês, o consumo crescente do açúcar, que infelizmente, tem início desde muito cedo, até mesmo em bebês, e vem aumentando assustadoramente!
Todos sabemos da importância do aleitamento materno, mas em virtude de muitas variáveis, muitas vezes esses bebês são apresentados precocemente à outros alimentos, e invariavelmente ao açúcar, que se faz presente em praticamente todos os produtos industrializados (até mesmo nos salgados!). Bolachas, biscoitos doces e salgados, geleias, guloseimas, doces, salgadinho de saquinho, suco de caixinha, achocolatados, leite pronto de caixinha, iogurtes de sabores, molho de tomate, temperos prontos, refrigerantes…
A problemática disso tudo é a epidemia de obesidade que atinge crianças cada vez menores, e que junto dela, trazem inúmeras outras doenças, e até problemas comportamentais como irritabilidade, agitação, problemas de sono, distúrbios de crescimento e do aprendizado.
Repararam como ultimamente há muito mais crianças sendo diagnosticadas com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, o TDAH?! E saber que tudo pode ter origem na má alimentação, com excesso de açúcar, de corante, de bebidas estimulantes como os refrigerantes…
As crianças são muito mais sensíveis à esses alimentos que os adultos, e também muito mais vulneráveis ao vício! Sim, vício! Açúcar vicia, e vicia muito, tal qual uma droga, pois estimula no cérebro os mesmos receptores de drogas muito potentes como cocaína e heroína! Gera sensação de prazer ao aumentar os níveis de dopamina e serotonina, mas essa sensação é momentânea, e assim que esse estado de excitação passa, vem a vontade de comer mais açúcar, e mais, e mais, e mais… É gente, isso é muito sério!
A boa notícia é que dá tempo de mudar! Mesmo quando os problemas já estão instalados, uma simples adequação da alimentação pode curar inúmeros distúrbios!
O açúcar que nosso corpo precisa para suprir nossas necessidades já está naturalmente presente nos alimentos de verdade, aqueles que não vem em caixinha, garrafa, saquinhos ou pacotinhos . Aqueles que não precisam de rótulos. Aqueles lindos e coloridos da sessão horti-fruti.
Comece reduzindo gradativamente o açúcar para melhorar aos poucos o seu paladar, até eliminá-lo totalmente. O nosso paladar é adaptável, faça o teste!
E um último e importante recadinho, se nesse momento, você tem a oportunidade, desde o início da alimentação do seu filho (a) ofereça à ele os alimentos na sua forma mais natural possível, o paladar dos bebês está livre de vícios e esse pode ser um ótimo caminho para uma alimentação e vida saudáveis;
Se você já passou da fase de introdução alimentar do seu filho, não desista, mas observe se a sua própria alimentação serve como um bom exemplo.
Aproveite e mude com ele, melhore a alimentação de toda a família!
E o motivo é muito nobre, a SAÚDE!
Kenia, muito obrigada pela oportunidade de participar do seu Blog!
Um beijo grande para todos vocês!
Dra. Tássia
@dra_tassia

Share Button
1 2 3 97
Assine meu Blog!

Digite seu email:

Instagram
Patrocinadores
Mercado Livre
Compre o livro
Facebook
Patrocinadores
Arquivo