Agachadinha com Raquel Uzai


Bom dia pessoal, tudo bem?
Hoje nossa entrevista é com a Raquel Uzai, acompanho a Raquel tem bastante tempo e acho incrível a transformação e como ela leva seu estilo de vida. Vamos lá:
Blog (1)
1 – Te acompanho já tem um tempão; e acompanhei uma boa parte da sua transformação. Como foi esse processo?  Você era magra  certo? Depois teve uma fase que comia tudo e virou a falsa magra? Perna fina e gordura localizada na barriga? quadril? Fala um pouquinho desse processo, magra, falsa magra?
Sim, era magra, sempre fui, desde pequena. Até meus 15 anos, morei com minha mãe, então tinha uma alimentação boa, pois minha mãe sempre prezou isso, comia besteiras, mas era controlado. Com quase 17 anos fui morar só com meu irmão, 2 anos mais velho, ai já viu né, sem regras, sem mamãe vigiando as compras, comia o que queria e na hora que queria. Claro que eu fazia as refeiçoes básicas, mas comia muita besteira, trocava várias vezes o almoço por hambúrguer e fritas e também comia muito miojo (péssimo!). Dos meus 16 anos até meus 29, mantinha uma alimentação mediana, digamos assim, pois comia coisas boas e saudáveis, mas também comia bastante besteira. Nao tinha ideia de como o alimento importava tanto, e achava que comer bem umas 2 vezes na semana já era o suficiente. Nesse período, o máximo que engordava eram uns 2 ou 3kg, o que não faz tanta diferença assim visualmente, e também não me incomodava, pois perdia rápido.
2 – O que te levou a mudar? Foi o corpo que estava insatisfeita? Algum problema de saúde? Conta um pouquinho. Na hora que resolveu mudar o que você fez, começou a malhar e já começou a se alimentar bem ? Ou foi um e depois o outro?
Resolvi mudar depois de uma viagem de férias com meu marido no final de 2012. Nessa época estava mais relaxada que nunca, pois estava parada desde o começo do ano do Muay Thai, tenho condromalacia e o ortopedista pediu que eu desse um tempo e começasse a fortalecer os joelhos, mesmo sendo um grau leve, pois se não fortalecesse poderia piorar. A verdade é que não dei muita bola, pois quando parei de lutar a dor parou tb, claro, não estava mais forçando. Parei de praticar exercícios, mas continuei comendo do mesmo jeito,  e em Setembro fui para os EUA, aonde me larguei de vez. Comi muuuito chocolate, milk shake, hambúrguer.. nossa, como eu comi, parecia um saco sem fundo!! Resultado? Engordei quase 6kg (eu engordo o corpo todo, então estava toda inchadinha) e quando voltei pro Brasil ainda engordei mais 2kg. De 52kg fui para 60kg, nunca tinha passado dos 55kg na balança (tenho 1.68 de altura e claro, só pesava na balança, não sabia sobre massa magra e gordura corporal). Foi ai que a ficha caiu e eu resolvi mudar, afinal eu não era assim, sempre fui magrela, mesmo sem qualidade, então comecei a me incomodar quando as roupas ficaram beeem apertadas!! Me matriculei na academia em Dezembro de 2012 e em Janeiro de 2013, após conhecer a Bella Falconi, mudei minha alimentação, pois ela me mostrou que não adiantava nada me matar na academia se eu não comece certo. Foi ai que minha vida mudou totalmente!!
3 – Quando eu comecei a te acompanhar já era na fase bem magrinha, acompanhei sua evolução para esse corpão de hoje. Alimentação super regrada e treino, quantas vezes na semana você treina? Faz aeróbio? E a alimentação?
No começo, para emagrecer, eu treinava de segunda a sábado e fazia aeróbio todos os dias. Agora que o objetivo é outro, ganho de massa, mudei meus treinos e raramente faço aeróbio, no máximo uma vez na semana. Treino musculação 5x na semana, descansando 2 dias, sempre após meu treino de perna, que é meu maior foco para o ganho de massa, e o descanso é fundamental nessa fase. A alimentação mudou também, afinal ela que “manda”. Cada fase precisamos de uma alimentação diferente, uma para secar e uma para ganho de massa. Agora estou comendo bastante, diferente de quando era para emagrecer, que comia porções menores. Tudo sempre com acompanhamento profissional, que é super importante!! Nada de ficar fazendo dietas loucas ou por conta própria, afinal, para montar uma dieta é preciso saber da rotina, objetivo, peso, gordura corporal… são vários fatores.
4- Para o pessoal que está perdido sem saber por onde começar, de alguma dica, algo que te ajudou a não desistir.
Realmente no começo tudo parece mais difícil, as vezes até impossível. Mas eu sempre pensava, “se fulano fez, eu também consigo”. Nós somos capazes de nos adaptarmos a qualquer coisa, seja comida, ambiente, clima.. Então o que no começo pode parecer obrigação, depois vira prazer e hábito, e tudo parece que sempre foi assim. Claro que cada pessoa é uma, e as vezes demora mais para algumas se adaptarem, mas o importante é começar, sem desespero, um dia de cada vez. Procurar um profissional ajuda MUITO, ainda mais os que precisam de uma ajudinha extra. Monte uma boa dieta, com variações e procure sempre fazer um esporte que goste. Eu sempre falo da musculação, pois além de ser o que mais amo, é um esporte incrível, que além de dar prazer, deixa a gente com o corpo lindo, principalmente bumbum meninas!!! Sério, qual outro esporte que trabalha o corpo TODO, deixando tudo durinho?! Que ao mesmo tempo que gasta muuuita caloria (mais que aeróbio gente, treinem com vontade!!!) também tonifica e da prazer! Nao conheço nenhuma pessoa que treina e sai desmotivado da academia, não existe! A sensação pós treino é revigorante, eu saio sempre renovada!! Nao se esqueçam de pedirem ajuda aos instrutores da academia, não tem vergonha nenhum em perguntar como se faz algum exercício, afinal, é melhor pedir ajuda do que fazer errado e se machucar. Musculação é sério, não podemos fazer de qualquer jeito!!
5 – Agora quero uma receita sua para o #comeeagacha.
Hummm, receita é comigo mesmo!! Essa é ma das que mais gosto, as outras vocês conferem no meu sitewww.fitforlifebrasil.com.br (olha o jabá hahaha)
– Bolinhos de Cenoura com Chocolate
IMG_4542
Essa foi uma das primeiras receitas que eu fiz quando mudei meu estilo de vida, pois era a que eu mais gostava de fazer aqui em casa, mas claro que tive que adaptar os ingredientes, pois ela de fit não tinha nada rs! Fiz ontem para matar a saudade!!!
Vamos lá
Ingredientes:
1/2 xícara de chá de óleo
3 cenouras médias raladas (250gr)
3 ovos
1/2 xíc de adoçante OU açúcar de coco OU dememara
1 1/2 xícaras de chá de farinha de arroz ou de coco
50ml de leite de arroz ou leite de amêndoas (opcional – eu não uso)
1 colher de sobremesa de fermento em pó (rasa)
Modo de preparo:
Bata no liquidificador primeiro a cenoura com os ovos e o óleo de coco. Acrescente depois o açúcar de coco e bata por uns 5 minutos. Depois em uma tigela ou na batedeira, coloque o restante dos ingredientes misturando tudo, deixando o fermento por último.
Depois de tudo bem misturado, coloque a massa em forminhas de silicone, assim não precisa nem untar!
Asse em forno pré-aquecido (180ºC) por 25 minutos.
Opções para calda:
Cobertura 1:
Misture whey protein com um pouquinho (bem pouquinho mesmo!) de água até ficar cremoso. Usem whey gostoso, se não fica ruim.
Cobertura 2:
1/2 colher de sopa de cacau em pó (sem açúcar)
2 colheres de sopa de água ou leite de arroz ou leite de amêndoas
1 colher de chá de açúcar de coco (dememara ou adoçante, se preferir, vai do gosto).
Misturar tudo e esquentar na panela até dar o ponto ou levar no micro-ondas por uns 40 segundos.
Raquel adorei nossa agachadinha, e tenho certeza que todos vão amar também, muito obrigada.
#comeeagacha pessoal.
 beijos
Share Button

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *